Brasil registra redução de 11% nos casos de Covid-19

Brasil registra redução de 11% nos casos de Covid-19

 

A Semana Epidemiológica 29 (12 a 18 de julho) encerrou com um total de 235.010 casos novos, 11% a menos (27.836 casos) que na semana anterior. A redução será acompanhada pelo Ministério da Saúde ao longo das próximas semanas, para se verificar se a tendência permanecerá. Já em relação aos óbitos, o período registrou 7.303 mortes causadas pelo vírus. O número indica que houve uma estabilização, já que na semana anterior foram registrados 7.204 óbitos.

 

Sobre os casos de recuperados e em acompanhamento, até o dia 18 de julho, o país apresentava uma estimativa de 1.342.362 casos recuperados e 653.726 casos em acompanhamento. O número de casos recuperados no Brasil é estimado por um cálculo composto que leva em consideração os registros de casos e óbitos com confirmação de Covid-19, informados pelas Secretarias Estaduais de Saúde, e o número de pacientes hospitalizados registrados no Sistema de Vigilância Epidemiológica da Gripe (SIVEPGripe).

 

A região Norte apresenta, até agora, maiores coeficientes de incidência de casos, sem 1.898,8 casos/100 mil habitantes. Em seguida vem o Nordeste com 1.214,3 casos/100 mil habitantes. A região Sudeste apresenta uma incidência de 801,5 casos/100 mil habitantes e a Sul 510,2 casos/100 mil habitantes. Por fim, o Centro Oeste apresenta 1.047,2 casos/100 mil habitantes.

 

PROFISSIONAIS DE SAÚDE

 

O novo boletim desta quinta-feira (23) também trouxe o balanço de infecções por coronavírus em profissionais de saúde que estão atuando, desde o início da pandemia, na assistência às pessoas com Covid-19. Até 18 de julho foram notificados 944.238 casos de Síndrome Gripal suspeitos de Covid-19 em profissionais de saúde no e-SUS Notifica, sendo 195.516 confirmados.  As profissões de saúde com maior número registrado foram técnicos e auxiliares de enfermagem, somando 67.410 casos. Sem seguida foram 28.87 enfermeiros, 21.626 médicos, 9.165 agentes comunitários de saúde e 8.425 recepcionistas de unidades de saúde.

 

Por fim, até o momento foram notificados 1.437 casos de SRAG com hospitalização em profissionais de saúde.  Desses, 807 foram causados por COVID-19 e 441 estão sendo investigados. Os estados que apresentaram o maior número casos notificados que resultaram em internação de profissionais de saúde foram: São Paulo, com 277,  Rio de Janeiro, com 61 e Pará com 60 casos.

Bianca Lucena

 

Fonte

Compartilhe nas suas redes sociais:


Increva-se na nossa Newsletter!

Receba todas as novidades da M.BIASIOLI direto no seu e-mail!

Increva-se na nossa Newsletter!

Receba todas as novidades da M.BIASIOLI direto no seu e-mail!

Increva-se na nossa Newsletter!

Receba todas as novidades da M.BIASIOLI direto no seu e-mail!